Young girl smiling in class Close up head shot of boy in school Girl holding hand up, with teacher at white board
.

Etapas de Avaliação 1 a 3 (Assessent Stages 1 to 3)

Disseram-me que o meu filho possui Necessidades Educativas Especiais.  O que significa isto?

 

Quais são os diferentes tipos de Necessidades Educativas Especiais?

 

Disseram-me que o meu filho possui dificuldades de aprendizagem.  O que significa isto?

 

O que é a Avaliação?

 

Como é que a avaliação é utilizada no Código de Prática?

 

Disseram-me que o meu filho está na Etapa 1.  O que significa isto?

 

Disseram-me que o meu filho está na Etapa 2.  O que significa isto?

 

Posso consultar o Plano educativo do meu filho?

 

Disseram-me que o meu filho está na Etapa 3.  O que significa isto?

 

O meu filho vai melhorar?

 

O que é um Registo de Necessidades Educativas Especiais?

 

As necessidades educativas especiais do meu filho são óbvias e sérias.  O meu filho tem de passar por todas as etapas primeiro?

 

Quanto tempo tenho de esperar para que o meu filho seja avaliado por um especialista educativo?

 

Os especialistas educativos ouvem os meus pontos de vista sobre as dificuldades do meu filho?

 

E se eu não desejar que o meu filho seja avaliado?

 

E se eu não concordar com os resultados da avaliação ao meu filho?

 

Onde posso obter mais informação?

Disseram-me que o meu filho possui Necessidades Educativas Especiais.  O que significa isto?

O seu filho possui necessidades educativas especiais se tiver dificuldades de aprendizagem que exijam apoio educativo especial.  O apoio educativo especial é qualquer ajuda para o seu filho que possua requisitos diferentes ou extraordinários face à generalidade das crianças.

 

Quais são os diferentes tipos de Necessidades Educativas Especiais?

As necessidades educativas especiais mais comuns são aquelas que resultam das dificuldades de aprendizagem do seu filho de competências novas e úteis.  Contudo, também existem necessidades educativas especiais resultantes de comportamento problemático, dificuldades de comunicação, problemas motores, dificuldades auditivas, problemas visuais e problemas de saúde.

 

Disseram-me que o meu filho possui dificuldades de aprendizagem.  O que significa isto?

Se o seu filho possui dificuldades de aprendizagem, significa que tem uma dificuldade significativamente maior na aprendizagem do que a maioria das crianças da sua idade.   Isso pode querer dizer que o seu filho tem um problema que torna mais difícil a sua reacção ao ensino quando inicia a escola.

 

O que é a Avaliação?

A avaliação é uma parte importante do ensino para todas as crianças.   Antes de qualquer professor iniciar o ensino, é expectável que tenha avaliado as capacidades do aluno e tenha definido metas realistas para aquilo que a criança possa aprender.   O próximo passo é planear o método de ensino a adoptar.   Quando os planos forem definidos, a criança é ensinada – individualmente, integrando um grupo ou numa turma de alunos.   Por fim, o professor avalia os resultados de modo a verificar se as metas foram alcançadas.   O diagrama abaixo apresenta um método fácil para compreender o modo como estes processos funcionam na escola:

 

Como é que a avaliação é utilizada no Código de Prática?

Quando uma criança possui dificuldades de aprendizagem, a avaliação diária, planeamento, ensino e avaliação não são normalmente suficientes para garantir que as necessidades da criança estão a ser correspondidas.  São necessárias medidas especiais.  A criança é colocada numa etapa em particular em função da gravidade das suas necessidades e da extensão da ajuda que é necessária.   O diagrama abaixo apresenta um método fácil para compreender as várias etapas do processo de avaliação:

 

Disseram-me que o meu filho está na Etapa 1.  O que significa isto?

Quando uma criança está na Etapa 1, isso significa que o professor entende que ela possui dificuldades de aprendizagem.   Estão a tomar-se medidas extraordinárias na turma para ajudá-la na aprendizagem.

 

Disseram-me que o meu filho está na Etapa 2.  O que significa isto?

Quando uma criança está na Etapa 2, isso significa que a criança não progrediu suficientemente na Etapa 1 e beneficia de ajuda do Coordenador da Escola responsável pelas Necessidades Educativas Especiais (designado “SENCo” abreviadamente).  Na Etapa 2 é necessário que o seu filho possua um Plano educativo que defina as medidas que a escola venha a tomar nos seus esforços para responder às necessidades educativas especiais do seu filho.

 

Posso consultar o Plano educativo do meu filho?

Sim.  Se o seu filho estiver inscrito na Fase 2, será normalmente consultado quando a escola traçar o Plano educativo, do qual lhe será cedida uma cópia.  

 

Disseram-me que o meu filho está na Etapa 3.  O que significa isto?

Quando uma criança está na Etapa 3, isso significa que as medidas extraordinárias na escola para ajudá-la na aprendizagem não obtiveram sucesso na Etapa 2.  Na Etapa 3, os professores podem trabalhar conjuntamente com um especialista educativo para ajudar o seu filho a aprender.   Normalmente, o especialista realiza uma avaliação detalhada do seu filho de modo a planear as medidas a tomar.  Antes de serem tomadas quaisquer medidas, o especialista deve comunicar a si e aos professores do seu filho as suas conclusões e quais as medidas que pensa que são necessárias para ajudar o seu filho.

 

O meu filho vai melhorar?

Se procura resposta a estas perguntas frequentes, é provável que os problemas do seu filho sejam sérios e continuem depois do início da escola e para além disso.  Contudo, todas as crianças com necessidades educativas especiais são analisadas regularmente pelo corpo educativo.   É possível que, com a ajuda adequada, as dificuldades do seu filho atenuem. 

 

O que é um Registo de Necessidades Educativas Especiais?

Todas as escolas devem manter um Registo de Necessidades Educativas Especiais.  Este registo contém os nomes de todos os alunos com necessidades educativas especiais, bem como a etapa na qual estão inscritos. 

 

As necessidades educativas especiais do meu filho são óbvias e sérias.  O meu filho tem de passar por todas as etapas primeiro?

Normalmente, são reunidos factos para assegurar previamente que as dificuldades de aprendizagem são identificadas e avaliadas nas etapas 1- 3.   Contudo, para um pequeno número de alunos que possuem dificuldades muito significativas, a escola pode vir a considerar necessário solicitar directamente que os conselhos de educação e bibliotecas realizem uma Avaliação Obrigatória (Etapa 4). 

 

Quanto tempo tenho de esperar para que o meu filho seja avaliado por um especialista educativo?

Os conselhos de educação e bibliotecas reconhecem a importância da ajuda precoce para alunos com necessidades educativas especiais.   Uma vez que os alunos tenham sido indicados pelos directores da escola, os conselhos empenham-se em responder o mais rapidamente possível.  Contudo, os especialistas são pessoas muito solicitadas, pelo que é provável que tenha de aguardar mais tempo do que desejaria.  

 

Os especialistas educativos ouvem os meus pontos de vista sobre as dificuldades do meu filho?

Sim, é o seu dever.  Eles devem ter em consideração os seus pontos de vista e trabalhar conjuntamente consigo e com os professores do seu filho.

 

E se eu não desejar que o meu filho seja avaliado?

A maioria dos pais concorda com a avaliação dos seus filhos porque se preocupam com o seu futuro.   Contudo, se pensa que o seu filho não possui necessidades educativas especiais ou se pensa que essas necessidades não são suficientemente graves para serem avaliadas, deve comunicar a sua opinião ao especialista educativo.

 

E se eu não concordar com os resultados da avaliação ao meu filho?

Os especialistas educativos são profissionais formados e experientes.   A maioria dos pais concorda com os resultados da avaliação.  Contudo, deve informar o especialista educativo se sente que as suas opiniões sobre as necessidades educativas especiais do seu filho estão erradas.  O especialista deverá ouvir as suas preocupações.

 

Onde posso obter mais informação?

Pode obter mais informação, contactando o seu Conselho de Educação e Bibliotecas Local.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please Rate This Page!